Pesquisar
Imprimir
Procura de revendedor
load google maps

Temas principais

24.02.2016

Lubrificantes especiais para a indústria da panificação

A produção industrial de produtos de panificação impõe os mais elevados requisitos, tanto no que respeita aos processos internos, como no que respeita às instalações de produção das padarias industriais modernas.

Segurança dos consumidores e dos processos através de lubrificantes de alto desempenho certificados

Um funcionamento estável 24 horas por dia, 7 dias por semana, condições de produção extremas, padrões de higiene rigorosos e períodos curtos de limpeza e manutenção constituem os principais desafios colocados às instalações de empresas da indústria da panificação.

A sistematização dos processos nas padarias industriais modernas faz com que estas sejam, na sua maioria, altamente automatizadas. Correias transportadoras e tapetes rolantes, bem como outros equipamentos de transporte, conduzem as matérias-primas, massa preparada, produtos de panificação semiacabados e acabados automaticamente entre as diferentes fases de produção nas instalações de panificação, pelo que nestas empresas, além dos componentes de equipamentos clássicos, tais como bombas, engrenagens, ventoinhas, compressores de ar comprimido e sistemas hidráulicos, são também frequentemente utilizados componentes de máquinas como correntes, chumaceiras de rolamento e de deslizamento.

Lubrificantes para padarias industriais

Lubrificantes especiais especificamente concebidos para estes componentes e aplicações, capazes não só de corresponder às exigências técnicas, mas também de satisfazer os requisitos legais aplicáveis aos lubrificantes para a indústria alimentar, contribuem de forma decisiva para um processo de produção eficiente no fabrico de produtos de panificação.

Elevados níveis de humidade e pó, temperaturas de funcionamento muito elevadas ou baixas são fatores que sobrecarregam fortemente as instalações de produção das padarias industriais no seu funcionamento diário. Por esta razão, também nestas empresas é indispensável uma lubrificação de confiança de todas as peças de máquinas em movimento, para evitar desgaste e corrosão.

A falta ou insuficiência de lubrificação conduz não só a períodos de paragem não programados das instalações e a perdas de produção a curto prazo, mas também a custos de produção mais elevados decorrentes de um aumento do desgaste, do consumo de energia e dos encargos de conservação.

Adicionalmente, os produtos de panificação não devem conter resíduos de lubrificantes, p. ex., devido ao gotejamento de pontos de lubrificação. Para o caso de um contacto imprevisto com os alimentos, deve assegurar-se que, na produção e transformação ulterior de alimentos, só são utilizados lubrificantes fisiologicamente inofensivos.

Lubrificantes fisiologicamente inofensivos

De acordo com a norma ISO 21469, o critério mais importante na escolha de lubrificantes para empresas de produção e transformação de alimentos é a homologação pela entidade americana NSF (National Sanitation Foundation). Os lubrificantes NSF H1 podem ser utilizados quando, em caso de sinistro, não é possível excluir um contacto com alimentos na área de produção. Os lubrificantes NSF H2 podem ser utilizados quando o contacto com alimentos está, por norma, tecnicamente excluído.

Critérios técnicos de seleção

Os restantes critérios de seleção dependem do tipo dos componentes de máquinas e instalações a lubrificar e das condições ambientais e de utilização existentes como, por exemplo, as temperaturas de funcionamento, as velocidades de produção e a influência de humidade e pó.

Devido aos elevados requisitos em especial a nível da margem de temperatura de utilização e no que respeita à inocuidade fisiológica, os lubrificantes para a indústria alimentar são muitas vezes formulados a partir de óleos de base sintéticos de alta qualidade, ajustados à respetiva utilização com aditivos especiais.

Limpeza ideal de máquinas e componentes de equipamentos

As áreas de produção que envolvem farinha e as instalações sensíveis à água, como, p. ex., fornos, são geralmente limpas a seco. Em contrapartida, procede-se à limpeza húmida em áreas de produção que apresentam forte sujidade, com incrustações de massa, resíduos de gordura e de coberturas, bem como em máquinas e instalações à prova de água.

Os produtos de limpeza para utilização no setor alimentar estão sujeitos aos critérios de homologação conforme a NSF A1. Os produtos de limpeza contendo solventes para utilização fora da área de produção de alimentos, p. ex. no âmbito de trabalhos de manutenção e conservação, são certificados conforme a NSF K1 ou a NSF K3.

Lubrificantes especiais OKS para a indústria alimentar

A OKS dispõe dos lubrificantes certos para todas as áreas de aplicação na indústria alimentar, para assegurar um funcionamento das suas instalações em conformidade com os requisitos legais. Os lubrificantes especiais, os produtos de manutenção químico-técnicos e os produtos de limpeza OKS contribuem para o aumento da sua segurança do processo, o alargamento dos intervalos de manutenção, a prevenção de paralisações e a melhoria da eficiência das suas máquinas e instalações.

Em Transferências, na pasta com tabela de seleção "Lubrificantes especiais para a indústria de panificação", poderá encontrar uma variedade de lubrificantes NSF H1 ou H2 e produtos de limpeza NSF A1 ou K1/K3 para utilização na indústria da panificação.

Para alcançar a máxima segurança dos processos e dos consumidores, nenhuma outra aplicação técnica de lubrificantes é alvo de regulamentação legal tão exaustiva como a utilização de meios operacionais e auxiliares na produção e transformação de alimentos.

A nossa equipa de assistência técnica terá todo o gosto em ajudá-lo, caso tenha mais alguma questão sobre lubrificantes para a indústria alimentar.

Voltar à vista geral
  • Combinar chamada de resposta

  • Serviço técnico e de apoio ao cliente

    Serviço técnico e de apoio ao cliente

    • +49 (0) 8142 3051 - 637